Fórums » A Guerra dos Tronos Card Game: Discussão Geral

Quem pode ser atacado?


Hoje eu estava jogando e o meu oponente para evitar ser atacado ajoelhou todos os personagens para atacar. E disse que como ele não estava mais controlando nenhum personagem eu não poderia mais ataca-lo. Com isso eu perdi o jogo mesmo ganhando todas as supremacias. Isso vale?

 

Não!

Se ele ajoelhou todos os personagens e você tinha ainda mais um conflito para fazer ou era a sua vez de iniciar conflitos, voce realiza o(s) conflito(s) e ele perde, sendo assim é conflito sem defesa e voce ganha um poder adicional por ser sem defesa.

Quando se ajoelha um personagem voce continua controlando-o... Voce so não controla ele em jogo, se ele for tomado de voce pelo oponente, ou se o personagem é mortou ou descartado.

Essa ideia dele foi absurda e ridicula, me desculpe, mas foi.

E voce ganha o jogo quando atingi 15 poderes! Tanto na Carta de Casa, quanto nos personagens.

Valeu mesmo, eu achei bizarro o jogo ser do jeito que ele estava dizendo que era.

teou oponente inventou essa regra para não perder né... fraco ele em

 

Bizarro mesmo!!

O jogo é complexo mas não chega a ser desse jeito rsrs...

E já vou lhe adiantando, que as vezes, dependendo da estrategia e do oponente, nem sempre é bom deixar personagens levantados para se defender e vice-versa xD 

Em resposta a Santinha:

Valeu mesmo, eu achei bizarro o jogo ser do jeito que ele estava dizendo que era.

Cara, a pergunta foi tão bizarra que eu demorei um tempo pra entender que era aquilo mesmo. O cara disse que você não poderia ataca-lo porque ELE estava com todos os personagens DELE virados? É isso mesmo? aheuaehueahea

Além do que já foi corretamente respondido pelo ágil e eficiente Júlio, eu queria responder à pergunta original: quem pode ser atacado? Por mais que pareça uma pergunta simples, nas nossas primeiras partidas aqui nós cometemos alguns erros nessa fase do jogo, principalmente porque tomávamos outros cardgames como referência.

Por exemplo, em GdT cada jogador deve fazer todos os ataques que quiser/puder durante sua fase de conflitos. Ou seja, ele não pode iniciar um conflito militar (machado), passar a vez e depois querer iniciar um conflito de intriga (olho). Da mesma forma, quando alguém declara os atacantes, essa pessoa não pode retirar nem adicionar nenhum outro personagem após os personagens defensores serem declarados. 

Em partida com dois jogadores, você pode iniciar até três conflitos, um de cada tipo, contra o seu oponente. Desde que você tenha personagens desvirados com aquele símbolo e não esteja sofrendo nenhuma restrição causada pelos planos, pode descer o cacete sem dó. Inlcusive, se seu oponente não puder defender (todos os personagens dele já estiverem ajoelhados, por exemplo), você consquista um poder adicional! Não tem jeito, é um jogo que estimula a covardia... haeuheauaehu

Em partidas com mais jogadores, a questão começa a se complicar, pois são utilizadas as regras de apoio e oposição, que adicionam uma mecânica completamente nova ao jogo. Nesse caso, você não pode atacar quem você apoia. Sem falar que em partidas com mais jogadores existem planos como Causa Mútua (core) que impede você e um outro oponente de inciarem conflitos de um determinado tipo um contra o outro.

Ainda no caso dos apoios, você pode declarar defensores no lugar de quem você está apoiando. Ou seja, as vezes você coloca um personagem seu na reta, para defender um outro jogador, só para que um terceiro não se beneficie de um ataque sem defesa. Isso é sensacional e é o que mais diferencia GdT dos outros cardgames (aqui a gente só joga GdT no modo multiplayer, com 3 a 6 jogadores na mesa, em partidas que levam de 2h a 4h). 

Muito bom Vinicius. Obrigada ai pela orientações. Infelizmente não tenho muitos amigos que jogam GdT ainda e normalmente as minhas partidas são de 1x1.

Estava sofrendo com essa regra, pois estava acostumado com jogos como Magic, Naruto e tal...e fazer um ataque sem personagem oponentes era vitória certa. Então não pode haver conflito se não houver nenhum personagem no campo inimigo, correto?

Em resposta a Vinícius Oliveira de Souza:

Cara, a pergunta foi tão bizarra que eu demorei um tempo pra entender que era aquilo mesmo. O cara disse que você não poderia ataca-lo porque ELE estava com todos os personagens DELE virados? É isso mesmo? aheuaehueahea

Além do que já foi corretamente respondido pelo ágil e eficiente Júlio, eu queria responder à pergunta original: quem pode ser atacado? Por mais que pareça uma pergunta simples, nas nossas primeiras partidas aqui nós cometemos alguns erros nessa fase do jogo, principalmente porque tomávamos outros cardgames como referência.

Por exemplo, em GdT cada jogador deve fazer todos os ataques que quiser/puder durante sua fase de conflitos. Ou seja, ele não pode iniciar um conflito militar (machado), passar a vez e depois querer iniciar um conflito de intriga (olho). Da mesma forma, quando alguém declara os atacantes, essa pessoa não pode retirar nem adicionar nenhum outro personagem após os personagens defensores serem declarados. 

Em partida com dois jogadores, você pode iniciar até três conflitos, um de cada tipo, contra o seu oponente. Desde que você tenha personagens desvirados com aquele símbolo e não esteja sofrendo nenhuma restrição causada pelos planos, pode descer o cacete sem dó. Inlcusive, se seu oponente não puder defender (todos os personagens dele já estiverem ajoelhados, por exemplo), você consquista um poder adicional! Não tem jeito, é um jogo que estimula a covardia... haeuheauaehu

Em partidas com mais jogadores, a questão começa a se complicar, pois são utilizadas as regras de apoio e oposição, que adicionam uma mecânica completamente nova ao jogo. Nesse caso, você não pode atacar quem você apoia. Sem falar que em partidas com mais jogadores existem planos como Causa Mútua (core) que impede você e um outro oponente de inciarem conflitos de um determinado tipo um contra o outro.

Ainda no caso dos apoios, você pode declarar defensores no lugar de quem você está apoiando. Ou seja, as vezes você coloca um personagem seu na reta, para defender um outro jogador, só para que um terceiro não se beneficie de um ataque sem defesa. Isso é sensacional e é o que mais diferencia GdT dos outros cardgames (aqui a gente só joga GdT no modo multiplayer, com 3 a 6 jogadores na mesa, em partidas que levam de 2h a 4h). 

Não, cara, é o contrário disso! rsrsrs

Em GdT cada jogador tem direito a três ataques, ou seja, pode iniciar um conflito militar, um conflito de intriga e um conflito de poder. Se o oponente não for capaz de defender qualquer um desses ataques (porque os personagens não tem determinado símbolo, ou porque estão todos ajoelhados, ou porque estão todos mortos) então o atacante vence automaticamente o conflito e ainda recebe uma ficha extra de bônus por ter sido um ataque sem defesa (que deve ser retirada do banco, não do oponente)

Em resposta a Daniel Faleiro:

Estava sofrendo com essa regra, pois estava acostumado com jogos como Magic, Naruto e tal...e fazer um ataque sem personagem oponentes era vitória certa. Então não pode haver conflito se não houver nenhum personagem no campo inimigo, correto?

show! Última pergunta em torno disso (sou noob curioso e chato...eheheh).

E no caso de vc ter um personagem que não ajoelha para atacar, ele pode apenas atacar uma vez com o mesmo personagem independente de ajoelhar ou não, certo?

 

Em resposta a Vinícius Oliveira de Souza:

Não, cara, é o contrário disso! rsrsrs

Em GdT cada jogador tem direito a três ataques, ou seja, pode iniciar um conflito militar, um conflito de intriga e um conflito de poder. Se o oponente não for capaz de defender qualquer um desses ataques (porque os personagens não tem determinado símbolo, ou porque estão todos ajoelhados, ou porque estão todos mortos) então o atacante vence automaticamente o conflito e ainda recebe uma ficha extra de bônus por ter sido um ataque sem defesa (que deve ser retirada do banco, não do oponente)

Deixa eu ver se entendi Daniel!!

Um personagem não ajoelha para atacar, logo ele so pode realizar um conflito? É isso?

Bem, darei aqui o exemplo do Vibora Vermelha, afiliação Casa Martell que quando esta na mesa a sua habilidade diz que ele (o Vibora) não ajoelha para atacar, logo se o seu oponente tem mais personagens em jogo que voce, o Vibora não ajoelha para atacar nos 3 conflitos (pois ele tem os tres icones), portanto, o Vibora participa dos tres conflitos como atacante.

Se um personagem não ajoelha para atacar ou defender em algum ou alguns, conflitos especificos, ele não ajoelha e pode sempre que voce declarar participar desse conflito, quando realizado...

Espero que tenha entendi Daniel xD.

Justamente isso :) Obrigado.

 

Tem certas mecânicas que não ficam perfeitamente claras num manual. Mas agora ficou claro. 

Em resposta a Julio Maia:

Deixa eu ver se entendi Daniel!!

Um personagem não ajoelha para atacar, logo ele so pode realizar um conflito? É isso?

Bem, darei aqui o exemplo do Vibora Vermelha, afiliação Casa Martell que quando esta na mesa a sua habilidade diz que ele (o Vibora) não ajoelha para atacar, logo se o seu oponente tem mais personagens em jogo que voce, o Vibora não ajoelha para atacar nos 3 conflitos (pois ele tem os tres icones), portanto, o Vibora participa dos tres conflitos como atacante.

Se um personagem não ajoelha para atacar ou defender em algum ou alguns, conflitos especificos, ele não ajoelha e pode sempre que voce declarar participar desse conflito, quando realizado...

Espero que tenha entendi Daniel xD.

Tenho mesmo problema da nossa amiga aí, adoro o jogo mas nunca joguei partidas de 3 ou mais jogadores, só partidas de 1x1. Nem sabia que era permitido jogar mais que 4 pessoas, no manual do core fala de até 4 pessoas, até na caixa tem escrito isso.

Como é um jogo de 6 pessoas? 

O Jogo de 06 pessoas é muito, mais muito show de bola rsrsr! Ja joguei partidas com 06 players que demoraram mais de 2 horas e outras de 15 minutos kkkkk.

A partida com 06 jogadores deixa o jogo mais truncado e cheio de intrigas, sem falar que se utiliza dos 06 titulos o que deixa o jogo bem tenso, pois voce tem que decidir quem começa (caso vença a iniciativa) e qual titulo pegar, entre outras coisas rsrs...

Mas Luis, me fala qual a sua duvida com relação a 06 players/jogadores??